segunda-feira, 23 de junho de 2008

Uma Vida ao Lado do Pior Cão do Mundo


Há poucas semanas terminei a leitura de um livro fantástico. Marley & Eu - A Vida e o Amor ao Lado do Pior Cão do Mundo, livro esse que ficou muitas semanas ocupando o primeiro lugar de vários rankings de não-ficção ao redor do mundo.

A história real é um relato do jornalista John Grogan sobre a vida de sua recém-formada família ao lado do labrador Marley. No enredo, Jenny, sua esposa fica preocupada que não será um boa mãe, após, ter deixado uma planta morrer por descuido. Por achar que não está totalmente preparada para a maternidade, ela decide junto ao marido adotar um mascote. É quando entra na história o pequeno labrador amarelo, que chama a atenção do casal logo de cara, ainda mais depois de terem conhecido a mãe, uma cadela amável e tranquila. Mas na saída do canil, já com o negócio fechado é que eles tem uma visão do pai, um gigante labrador desengonçado e brincalhão. Em pensamento, torcem para que Marley tenha puxado a mãe, mas é exatamente o contrário que acontece.

Durante a narração de John Grogan, desde o inicio do casamento com Jenny, passando por objetos destruídos, tentativas de gravidez, mudanças de casa e de trabalho, somos inseridos em uma experiência sensacional de descoberta, onde John percebe no jeito elétrico e fiel de ser de Marley, o que realmente importa na vida. O final é simplesmente emocionante e faz pensar muito. E acabamos nos identificando totalmente, principalmente aqueles que já tiveram um cachorro de estimação.

O livro fez tanto sucesso, que já gerou um filme que irá estrear por aqui em janeiro de 2009, e conta no elenco com os atores Owen Wilson (Penetras Bons de Bico) e Jennifer Aniston (Separados pelo Casamento) nos papéis de John e Jenny Grogan. David Frankel, que recentemente assinou O Diabo Veste Prada para a Fox, dirigirá mais esta adaptação literária. Espero sinceramente que o filme não trate a história como um exemplar de Benji ou Bud - O Cão Amigo, por se tratar de um verdadeiro drama familiar. Queria que fosse mais próximo de Meu Cachorro Skip, longa singelo de 2000.

5 comentários:

Fernanda Fernandes Fontes disse...

Uma ótima dica para as férias, vou correndo conferir. Pensei que fosse meio bobinho, mas tantas pessoas indicando que vou ter q ler.

Quando der, passa lá
http://degustacaoliteraria.blogspot.com/

abraços.

gabii heusi disse...

aain. como eu amo esse livro !
já lii, e confesso qe chorei no final !

*-*
eu qeria um 'marley'... massa, nao sabia qe iah ter filme ! qndo sair qero ver ! otimo blog ! ;]


http://bejomeliga.blogspot.com

Elcio disse...

Celsao depois q li e amei Dom Quixote, passei p o Codigo Da Vincci q p ser sincero, achei bem meia boca, o q n aconteceu com Grande Sertao: Veredas.
Meu, Guimaraes Rosa é fantastico, ainda vou ler novamente GSV. Recomendo.
Esse livro q vc terminou de ler eu o vi outro dia em uma livraria e pensei q fosse um pé no saco, mas, parece q eu estava enganado...rss

É isso ai.
[ ]´s

Dário Souza disse...

Marley e Eu é sensacional,confesso que quando acabei de ler o livro me deu uma vontade repentina de ter um cachorro,mas cheguei a conclusao,que seria dificil encontrar um cachorro tao legal quanto o Marley,tbm recomendo para os que nao leram xD

Feliciano Silva disse...

Poxa, minhas ferias ja estão ocupadas com aventuras mas um livro nunca e demais ainda como uma resenha bem feita destas

Abraço