sexta-feira, 20 de junho de 2008

O Brasil Invade Hollywood



Definitivamente o Brasil pouco a pouco vai conquistando seu espaço em terras hollywoodianas. Desde os tempos da atriz luso-brasileira Carmem Miranda não se ouvia falar tanto no país como no cenário atual. Tudo bem que Sônia Braga teve sua parcela de contribuição, mas nada muito expressivo. Seus principais trabalhos mesmo foram na TV em série como CSI – Miami, Ghost Whisperer e Sex and the City.

Mas foi com o carioca Rodrigo Santoro que o país viu nascer a chance de ter um verdadeiro representante brasileiro em grandes produções de Hollywood. Santoro estreou logo no mega-blockbuster As Panteras Detonando ao lado de estrelas como Demi Moore e Cameron Diaz. Não tinha falas é verdade, mas foi um grande passo para ter o rosto reconhecido e conseguir outros trabalhos. Após este papel ganhou uma grande oportunidade no britânico Simplesmente Amor, onde fazia o interesse amoroso de Diane Lane. Mas foi com 300, adaptação da obra de Frank Miller, que ele conseguiu seu primeiro papel de destaque como o Rei Xerxes, o maior vilão do longa, e sua participação no seriado-sensação Lost que cravou de vez seu lugar em Hollywood.

Com o enorme sucesso de Cidade de Deus pelo mundo todo, vários atores que participaram do longa ganharam algumas projeções internacionais como Seu Jorge que participou de A Vida Marinha com Steve Zissou ao lado de Bill Murray, e Gero Camilo e Charles Paraventi que participaram de Chamas da Vingança ao lado de Denzel Washington, filme esse que trazia uma estética parecidíssima com Cidade de Deus. Mas a atriz do filme que mais conquistou seu espaço até aqui é Alice Braga, seguindo os passos da tia Sônia Braga. Após participar de uma co-produção Espanha-Brasil em Sólos Dios Sabe, com Diego Luna, Alice foi conquistando seu espacinho na meca do cinema até conseguir o papel em Eu Sou a Lenda, contracenado ao lado do ator mais bem pago de Hollywood na atualidade, Will Smith. Ainda conseguiu uma vaguinha em Cegueira, novo filme de Fernando Meirelles em terras estrangeiras, baseado na obra de José Saramago. E falando em Fernando, este talentoso diretor que se destacou no já citado Cidade de Deus, teve uma projeção enorme após o longa, pegando um grande trabalho como O Jardineiro Fiel, com Ralph Fiennes, e sendo muito elogioado da crítica. No momento está lançando seu novo longa que já citei em cima.

E hoje estréia Cinturão Vermelho, filme de David Mamet que conta com Rodrigo Santoro e Alice Braga no elenco, marcando de vez uma marca verde e amarela por lá. O roteiro, de autoria de Mamet, trata de um mestre do jiu-jitsu avesso a competições, cuja pureza é corrompida pela sedução de Hollywood. O filme fala muito sobre o jiu-jitsu brasileiro, grande paixão do diretor do filme.

E a invasão brasileira mal começou, Alice Braga ainda tem longas como Crossing Over e Repossession Mambo em fase de pós-produção, e Rodrigo Santoro tem The Post Grad Survival Guide em pós, atualmente filma I Love You Phillip Morris ao lado de Jim Carrey, e Black Oasis e Talking With Dog em pré-produção. É, parece que Hollywood terá alguns eventos regados a caipirinha e samba nos próximos anos.

8 comentários:

Thaíssa Vasconcelos disse...

Hoje mesmo vi comentário sobre o filme "Cinturão Vermelho", ainda não tinha ouvido falar, fiquei com água na boca, e muito feliz de ver brasileiros se destacando de tal forma no cinema.

Tyler Bazz disse...

Que continuem tendo sorte, mostrando talento, e alcançando o sucesso por lá!

o/

Une Petite Femme disse...

é legal ver talentos brazucas indo cada vez mais longe e sendo reconhecidos. pena que, algumas pessoas, só os reconhece depois que recebem "a benção" yanke. a melhor atuação do Santoro, na minha humilde opinião, ainda é em Bicho de sete cabeças. mas vamos esperar Cinturão Vermelho aparecer por aqui e desejar toda sorte para nossos talentosos atores, produtores e cineatas em geral!

bjs

cyrce disse...

É verdade, os brasileiros estão mesmo conquistando espaço ao sol. E é importante notr que, não só em Hollywood, mas na américa do norte e europa está havendo uma grande massa de trabalhadores brasileiros! O intereçante é que a maioria volta pro país, valorizando o que aprendeu lá fora, sem muito se importar com o Brasil em si. Fico triste por esse ponto que eu citei, mas muito feliz, pois o mundo agora percebe, que nós brasileiros nõ estamos mais de bobeira e que podemos, e temos, grande potencial não só pra "ajudar o cinemo hollywodiano", mas tambem temos muito o que fazer aqui, e os brasileiros engajados nos meios culturais trabalham duro, e sabem que podem super até mesmo o cinema estrngeiro!
iiiih.. ficou grande o coment.. desculpa, impolguei.. ^^
Tá otimo o blog, continue assim!!

Eduardo França disse...

CARa vc tem um espaço muito bom, uma coisa de outro mundo, muito informativo e elegante, muito bom estar por aqui, um grande abraço!

Daniel disse...

brasileiro eh assim...de uma oportunidade que eles detonam...somos a real riqueza do nosso pais...bem mais do q ouro e petroleo...a real riqueza eh o brasileiro...

muito feliz por eles estarem se deestacando....ainda tem os diretores...como o walter salles e fernando meirelles...

ainda teve um dias desses o cara ganhando o oscar do teatro...

na real...o brasil ta dominando...hehehe...se eles querem a amazonia..estamos tomando conta do pais deles...hehehehe..

abraços

Conquistadores (Didixy) disse...

Eu fiquei sabendo já desse filme e com certeza vou assistir. Belo post abordando esse assunto. Realmente todos esses atores que você citou são muito bons atores e não só Rodrigo Santoro e a Alicia Braga, mas os outros mereciam voltar, já que estão meio parados com filmes internacionais.

Dário Souza disse...

Po axo tao legal,ve brasileiros em filmes estrangeiros,tipow quando o rodrigo apareceu em lost,foi muito massa ver brasileiros na ilha,sem contar a alice em eu sou a lenda, boa sorte pra eles.